Conheça os 5 tipos de maracujá que existem

Fruta nativa do Brasil tem versões que provavelmente você nunca viu

Publicado em 09/01/2017
Postado em: Curiosidades

Nativo da Bacia Amazônica e produzido em larga escala no Brasil, o maracujá é uma fruta com grande fonte de vitamina C, antioxidantes, manganês, potássio, ferro, magnésio, zinco e fósforo, essenciais para o corpo humano. Além de ser importante para a saúde, suas folhas possuem uma substância calmante chamadas passiflorina, que atua como um analgésico e é muito utilizada na produção de chás e remédios. Mas você sabia, que além do clássico maracujá-amarelo com couraça enrugada, existem outros 4 tipos diferentes disponíveis no mercado? Conheça:

Maracujá-amarelo

Esse é o tipo mais cultivado no mundo e, no Brasil, 95% da produção de maracujá é dessa variedade. Ele é muito utilizado em sucos, sorvetes, geleias e doces, e quando maduro, sua casca fica grossa e enrugada.   

Maracujá-doce

Cultivado no Havaí e em países da América do Sul, esse tipo tem a capa mais lisa e o fruto mais doce. Com o tamanho e a forma de um mamão papaia, a sua polpa pode ser consumida in natura. Ideal na produção industrial.

Maracujá-açu

Nativo do Brasil, o fruto é encontrando principalmente na região norte. A sua casca é amarelo-esverdeado e sua polpa é ácida e com um sabor mais fraco. Esse maracujá pode chegar a pesar 3kg.

Maracujá-roxo

Popular na Europa, em países como Holanda e Bélgica, esse tipo de maracujá é pequeno, possui casca roxa-escura e pode ser consumido in natura, pois não é muito ácido.

Maracujá-maçã

Também conhecido como maracujá-de-osso, essa opção se destaca pela beleza de sua flor e por ser incrivelmente doce. Sua casca é resistente, sendo necessário um grande esforço para ter acesso à polpa.

Foto: Divulgação